SONO

Tchau Berço – 1 Ano e 9 Meses!

>>> (1 ano e 10 meses) <<< RESUMO DE JULHO: A principal mudança esse mês foi o desfralde 100% diurno e noturno! Fica de olho nos stories @dylanaadea que, como sempre, terá a votação do próximo tema! Vamos ao tema do mês: Tchau Berço!

Primeiro Dia no Berço
1º Dia no Berço! Detalhe que na estante já estava o livro “Papai!” que faz parte do projeto “Leia para uma Criança” do Banco Itaú. No IG @dylanaadea acesse o destaque “ESTUDANDO” que tem vários stories Dylana com o livro.

Desde que nasceu ela SEMPRE dormiu no berço!

Graças a Deus, tive ajuda da minha mãe por quase 2 meses e se não fosse isso, teria cama compartilhada, como a maioria das pessoas fazem nesse início.

E eu estava aqui me lembrando dos perrengues e não tem condições de ficar toda hora colocando e tirando o bebê do berço, ainda mais se estiver cheia de dores do parto.

A primeira vez que Dylana dormiu na cama com a gente foi na sua primeira viagem, com 4 meses.
1ª Vez na Cama
Carinha de quem acordou ao lado do “pepeto” =)

Depois disso, poucas vezes ela passou noites completas na nossa cama, era mais quando tinha alguma visita ou algo bem pontual.

O mais comum era só pela manhã, quando ela acordava e Luciano a pegava ou quando minha mãe estava aqui e levava ela para o meu quarto. Quando não tinha ninguém aqui em casa, eu sempre dormia na cama do quarto dela e ela no berço.

De uns tempos para cá, Dylana só ficava no berço na hora do sono da noite e logo que acordava já tirávamos. A soneca da manhã era na cama e o porquê da mudança é um assunto para outro post rsrs.

Agora vamos aos motivos que nos levaram a decidir tirar o berço!

Em primeiro lugar, há muito tempo que a grade do berço já estava no nível mais baixo e mesmo assim Dylana ficava fazendo força com os braços querendo impulsionar para sair do berço e também já estava colocando um pé em cima querendo saltar.

Claro que não seria tão fácil assim, mas não quis esperar esse momento chegar e preferi tirar logo.

Em segundo lugar, antes da nossa viagem para Vitória da Conquista em Maio/2019, ela estava super acostumada com a rotina da hora do sono e ficava de boa sozinha no berço e eu na cama. Ficamos uma semana viajando, ela dormindo comigo e quando voltamos, ela não estava querendo mais ficar no berço.

Eu tinha que colocar quando já estava bem sonolenta ou se colocasse antes tinha que ficar conversando, ninando, segurando a mão, até ela pegar no sono.

Tentei retomar a rotina do berço por poucos dias, mas sem sucesso, ela ficava em pé, chorava, pedia colo...

Foi então que pensei que estava sendo um desgaste desnecessário fazê-la reacostumar com o berço, sendo que em pouco tempo já iria dar tchau ao berço.

Então, peguei-a no colo, abracei, acalmei e conversei que ia dar o berço para um neném, que ela já estava grande e que a partir daquele momento ela iria dormir na cama.  

Além disso tudo, eu sinceramente já não aguentava mais ficar colocando lençol no berço. Estava no processo do desfralde, então a troca de lençol era CONSTANTE!

Só quem coloca sabe o quanto é trabalhoso prender direitinho para não soltar em 5 min, haja coluna. Fora que ainda tem o sobe e desce da grade e para finalizar colocar o mosqueteiro.
Lençol do Berço
Olha a situação que ficava o lençol.  Detalhe para o Porta Lanchinho maravilhoso da @cajovil! As vezes quando acordava da soneca eu já dava uma frutinha e ficava despreocupada que não iria derrubar tudo. Lá no IG @dylanaadea também tem stories, acesse o destaque “EMBAIXADORA”.

Com certeza, se ainda não tivesse uma cama no quarto dela teria demorado mais com o berço, ou até pensado em fazer como algumas pessoas fazem: tirar algumas tiras da proteção do berço para ela subir e descer sozinha.

No final das contas ela ficou feliz da vida dando tchau ao berço e toda hora apontava para a cama dizendo que era de Dylana.

Ah! Nem preciso falar que para mim foi um grande alívio, né?

Quer dizer, tirando a parte que ela acorda e fica livre para fazer o que quiser, por exemplo, abrir a gaveta e tirar tudo de dentro. kkkkk

No início eu colocava o purificador de ar na frente da gaveta e ela não conseguia puxar, mas essa semana fiz mais uma mudança no quarto e não tem como continuar com essa estratégia.

Conversei com ela que é para acordar e só mexer nos brinquedos, parece que está dando certo. No mais, foi tudo tranquilo e acho que aconteceu no tempo certo.

Dica: Não só em relação a quando dar tchau ao berço, mas em relação a praticamente tudo, é importante você perceber as necessidades do neném e também as suas para tomar a melhor decisão. Lembrando que estas são dicas em relação à nossas experiências e sobre o que fiz e deu certo. Claro que, mesmo assim, você pode se arrepender em algum momento, mas não se culpe e sempre pense pelo lado positivo. Ninguém sabe se da outra forma seria melhor ou pior que essa.

Desde já, desejo boa sorte para quem ainda vai passar por esse momento. Se você já passou por isso, deixe aqui sua dica nos comentários para ajudar outras mamães e papais.

Até mês que vem aqui e até breve para quem nos acompanha também lá no insta @dylanaadea.

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.